Blog Biossegurança | Cristófoli

Blog Biossegurança | Cristófoli

Blog Biossegurança | Cristófoli

Apresentação da Empresa Fundada em 1991, a Cristófoli Equipamentos de Biossegurança é empresa líder em vendas de autoclaves de mesa no mercado nacional, já fabricou mais de 240 mil autoclaves para o Brasil e para mais de 30 países para onde exporta parte de sua produção. Os equipamentos fabricados pela Cristófoli são altamente funcionais, combinando tecnologia, design e sistemas diferenciados para atender cada vez melhor os seus clientes. Administrada pela família Cristófoli, tem sua sede na Rodovia BR-158, nº 127, em Campo Mourão, Paraná, Brasil. Fabricante e importadora de produtos para a saúde, a empresa tem vários diferenciais que a fazem uma das melhores do Brasil. Visão Ser referência mundial na área de saúde por crescer com criatividade, lucratividade e respeito às pessoas. Missão "Desenvolver soluções inovadoras para proteger a vida e promover a saúde". Histórico A Cristófoli se destaca por sua criatividade e inovação que há mais de 20 anos ajuda a construir a nossa história com invenções e produtos revolucionários para proteger a vida e promover a saúde. Certificações A conquista de um certificado é a aprovação para um sistema de gestão baseado em normas internacionais. É uma moderna ferramenta de administração e marketing que atesta a eficiência da empresa em determinada área para seus acionistas, clientes e mercado. Entretanto, para que uma empresa possa ser certificada, primeiramente um sistema de gestão deve ser implantado. Um sistema de gestão normatizado é a ferramenta mais moderna que existe para administrar informações, processos e pessoas envolvidas com uma ou mais atividades da empresa visando aumentar efetivamente sua eficiência. Clique nos certificados para visualizá-los. CERTIFICAÇÃO ISO 13485:2004 TUV MINISTÉRIO DA SAÚDE: AUTORIZAÇÃO DE FUNCIONAMENTO DA EMPRESA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO MOURÃO: ALVARÁ DE LICENÇA LICENÇA SANITÁRIA E DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL INSTITUTO AMBIENTAL DO PARANÁ: LICENÇA DE OPERAÇÃO CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - EMBALAGEM PARA ESTERILIZAÇÃO CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - EMBALAGEM PARA ESTERILIZAÇÃO - 10363350016 CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - AUTOCLAVES CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - CUBA DE ULTRASSOM Fundação Educere A Fundação Educere é um Centro de Pesquisas e Desenvolvimento na área de biotecnologia, cujo foco principal é a incubação de empresas a partir de um projeto social inovador que atua na formação de jovens com potencial empreendedor. A instituição fornece suporte para o desenvolvimento de novos negócios voltados para a difusão e transferência de tecnologia na área biomédica, e é referência em pesquisa e desenvolvimento de produtos inovadores e que agregam valor tecnológico, que estão presentes em todo o território nacional e em diversos países da América, Ásia e Europa. Visão Tornar Campo Mourão referência em pesquisa e desenvolvimento de produtos de saúde. Missão Descobrir e potencializar novos talentos para desenvolver um mundo melhor.

Esterilizar é preciso, mas como limpar as canetas de alta rotação?

Os posts aqui no Blog Biossegurança sobre a necessidade da esterilização das peças de mão odontológicas tem surtido efeito.Tenho recebido por e-mail pedidos de uma sugestão para um protocolo para limpeza e esterilização de canetas de alta rotação. Afinal, não é possível esterilizar o que não esta limpo!

Uma das dificuldades é limpar a parte interna do instrumento. Como é possível realizar a limpeza em áreas que não conseguimos atingir com escovas?

No Guia do CDC de 2003 há  recomendações que foram aprimoradas e detalhadas na pesquisa de Camila Alvarenga em seu trabalho durante o mestrado, desenvolvido sob a orientação de Dra Anaclara Tipple em Goiânia.

Protocolo para limpeza e esterilização de canetas de alta rotação

Protocolo para descontaminação das canetas de alta-rotação (no caso da Dra Camila esse protocolo foi seguido por coleta para análise microbiológica)

1. Logo após o atendimento, acionamento por 30 segundos das linhas de ar/água das canetas de alta-rotação;
2. Envolvimento da caneta com uma gaze encharcada de detergente enzimático (Endozime AW pluz da DFL®) por 4 minutos (tempo preconizado pelo fabricante);
3. Ao término dos 4 minutos, fricção da gaze encharcada de detergente enzimático por todo o corpo da caneta por 30 segundos;
4. Lavagem da cabeça da caneta com uma gaze encharcada de água e imersão do seu corpo em água corrente para remoção do detergente enzimático;
5. Secagem da caneta com gaze;
6. Aplicação do lubrificante;
7. Remoção do excesso de lubrificante através do acionamento da caneta por 20 segundos, tendo as linhas de água fechadas;
8. Embalagem da caneta em papel grau cirúrgico;
9. Esterilização em autoclave a 127°C por 30 minutos;
10. Acionamento das mangueiras de ar/água por 30 segundos, antes do encaixe das canetas.

Assista à animaçao desse protocolo

Em sua pesquisa Dr Camila e seus colegas, verificaram que todas as canetas tornaram-se estéreis depois da esterilização em autoclave gravitacional (sem bomba de vácuo). Uma boa noticia, uma vez que a maioria das autoclaves odontológicas possuem essa tecnologia.

Conheca a pesquisa da Dra Camila Alvarenga na íntegra: https://www.fen.ufg.br/fen_revista/v13/n3/pdf/v13n3a23.pdf

 

Siga as Instruções do Fabricante

Dr Chris Miller em seu livro Infection Control and Management of Hazardous Materials for dental Team, faz um recomendação semelhante que resumi aqui:

1- Depois de terminar o atendimento acionar a caneta (em uma pia ou container ou papel absorvente) por 30 segundos (para fazer um flush e realizar uma primeira limpeza)
2- Remover a ponta da mangueira e limpar a parte externa  com detergente neutro. Enxaguar e enxugar. Não imergir,ou colocar em ultrassom – salvo se indicado pelo fabricante da caneta.
3-Limpar e lubrificar a parte interna de acordo com a recomendação do fabricante. Usualmente o líquido lubrificante é também é um agente para limpeza e o processo é feito em duas etapas, ou seja acionar o spray duas vezes dentro da caneta. Depois reconectar a caneta no sistema de ar/agua e purgar o excesso de lubrificante (em uma pia ou container ou material absorvente). Alguns fabricantes recomendam lubrificar também depois de esterilizado, mas para isso é necessário uma lata de lubrificante diferente (área limpa) para não contaminar o que foi esterilizado. Fazer isso somente no momento imediatamente anterior ao atendimento, fazendo um flush para retirada do excesso de lubrificante.
4- Passar um papel absorvente na parte externa  para retirar o excesso de lubrificante
5- Embalar
6- Esterilizar em autoclave seguindo as recomendações do fabricante, caso necessite de um ciclo especial.
Ficou com alguma dúvida?
Entre em contato.
Leia mais sobre esterilização de canetas de alta rotação no Blog Biossegurança:
Autor

Bióloga, Mestre em Saúde Coletiva, Coordenadora do Projeto Biossegurança em Odontologia, e mais recentemente do Projeto Biossegurança Beauty& Body Art, ambos patrocinados pela Cristófoli. Já ministrou mais de 500 palestras sobre o tema Biossegurança em Saúde e participa ativamente de entidades dedicadas ao Controle de Infecção em Saúde e Interesse à Saúde. É consultora em Biossegurança em Saúde da Cristófoli.

12 Comentários

    • Vanessa
      Há muitos anos as canetas são autoclaváveis. Na dúvida, entre em contato com o fabricante. É um procedimento muito importante, ainda mais agora porque o coronavírus fica na saliva e é facilmente transmissível. Ainda não há artigos publicados especificamente sobre isso, mas pela lógica se não esterilizar a caneta, ela poderá servir como um reservatório e proporcionar a infecção cruzada.
      Liliana

  1. Pingback: Biossegurança em Odontologia: respostas a perguntas frequentes- em vídeo - Blog Biossegurança | Cristófoli

  2. Pingback: Você ainda acha que não precisa esterilizar peças de mão odontológicas? CDC publica atualização - Blog Biossegurança | Cristófoli

  3. Olá Liliana! Tenho lavado as canetas de alta rotação junto com o instrumental, na lavadora ultrassônica, com solução de detergente enzimático e esterilizado na autoclave após a lubrificação. Esse processo é suficiente? ou é necessário a fricção também?
    grata, Zuleika

    • Zuleika
      Boa tarde. O ultrassom pode danificar a sua caneta. Por isso sugiro que você troque pelo protocolo que mostramos aqui.
      Atenciosamente,
      Liliana

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.