Blog Biossegurança | Cristófoli

Blog Biossegurança | Cristófoli

Blog Biossegurança | Cristófoli

Apresentação da Empresa Fundada em 1991, a Cristófoli Equipamentos de Biossegurança é empresa líder em vendas de autoclaves de mesa no mercado nacional, já fabricou mais de 240 mil autoclaves para o Brasil e para mais de 30 países para onde exporta parte de sua produção. Os equipamentos fabricados pela Cristófoli são altamente funcionais, combinando tecnologia, design e sistemas diferenciados para atender cada vez melhor os seus clientes. Administrada pela família Cristófoli, tem sua sede na Rodovia BR-158, nº 127, em Campo Mourão, Paraná, Brasil. Fabricante e importadora de produtos para a saúde, a empresa tem vários diferenciais que a fazem uma das melhores do Brasil. Visão Ser referência mundial na área de saúde por crescer com criatividade, lucratividade e respeito às pessoas. Missão "Desenvolver soluções inovadoras para proteger a vida e promover a saúde". Histórico A Cristófoli se destaca por sua criatividade e inovação que há mais de 20 anos ajuda a construir a nossa história com invenções e produtos revolucionários para proteger a vida e promover a saúde. Certificações A conquista de um certificado é a aprovação para um sistema de gestão baseado em normas internacionais. É uma moderna ferramenta de administração e marketing que atesta a eficiência da empresa em determinada área para seus acionistas, clientes e mercado. Entretanto, para que uma empresa possa ser certificada, primeiramente um sistema de gestão deve ser implantado. Um sistema de gestão normatizado é a ferramenta mais moderna que existe para administrar informações, processos e pessoas envolvidas com uma ou mais atividades da empresa visando aumentar efetivamente sua eficiência. Clique nos certificados para visualizá-los. CERTIFICAÇÃO ISO 13485:2004 TUV MINISTÉRIO DA SAÚDE: AUTORIZAÇÃO DE FUNCIONAMENTO DA EMPRESA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO MOURÃO: ALVARÁ DE LICENÇA LICENÇA SANITÁRIA E DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL INSTITUTO AMBIENTAL DO PARANÁ: LICENÇA DE OPERAÇÃO CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - EMBALAGEM PARA ESTERILIZAÇÃO CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - EMBALAGEM PARA ESTERILIZAÇÃO - 10363350016 CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - AUTOCLAVES CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - CUBA DE ULTRASSOM Fundação Educere A Fundação Educere é um Centro de Pesquisas e Desenvolvimento na área de biotecnologia, cujo foco principal é a incubação de empresas a partir de um projeto social inovador que atua na formação de jovens com potencial empreendedor. A instituição fornece suporte para o desenvolvimento de novos negócios voltados para a difusão e transferência de tecnologia na área biomédica, e é referência em pesquisa e desenvolvimento de produtos inovadores e que agregam valor tecnológico, que estão presentes em todo o território nacional e em diversos países da América, Ásia e Europa. Visão Tornar Campo Mourão referência em pesquisa e desenvolvimento de produtos de saúde. Missão Descobrir e potencializar novos talentos para desenvolver um mundo melhor.

Esse post “O ABC do Coronavírus” é o oitavo de uma série  dedicada a trazer informações atualizadas sobre a emergência mundial. Mantenha-se atualizado! 

Aqui reuni os termos que estão sendo mais usados para falar sobre a pandemia do coronavírus. Procurei usar uma linguagem bem simples para que possa ficar mais claro para todos que quiserem saber mais sobre a doença.

ABC do Coronavírus – Vocabulário

Casos confirmados

Pacientes que apresentam sinais e sintomas e que fizeram o teste (PCR) que confirmou a presença do vírus no organismo.

Casos suspeitos

Pacientes que apresentam sinais e sintomas, que entraram em contato com outras pessoas com COVID-19 e/ou viajarem recentemente mas, que ainda não receberam a confirmação dos exames sobre a presença do SARS-CoV-2.

CDC – Centers for Disease Control and Prevention 

Centro de Controle e Prevenção de Doenças : Instituição governamental dos Estados Unidos responsável pela orientação, estudo e controle de doenças. www.cdc.gov (site do coronavírus)

Coronavírus

É uma família de vírus de origem animal. Existem vários tipos de coronavírus – o vírus atualé um deles. Os coronavírus foram responsáveis por doenças graves que emergiram recentemente , como a MERS e a SARS, mas também causam doenças como resfriado comum. O novo coronavírus foi chamado de SARS-CoV-2 e causa a COVID-19.

COVID-19

É o nome da doença causada por esse novo coronavírus. A sigla vem da expressão em inglês “Coronavirus Disease 2019”.

Curva epidêmica

Gráfico que representa o número de casos ao longo do tempo. Quanto mais “achatada”, os casos são mais distribuídos no tempo. Esse fenômeno desejado, tem a vantagem de dar ao sistema de saúde mais tempo para atender aos pacientes que necessitam de assistência hospitalar. Com isso, é possível reduzir o número de óbitos. Outra vantagem é dar oportunidade dos estudos clínicos avançarem quanto ao tratamento. Ganhar tempo para produção dos insumos hospitalares.

Distanciamento/ Isolamento social

Estratégia adotada para reduzir o contato entre todas as pessoas até mesmo as não-infectadas. Isso inclui o fechamento de bares e restaurantes e todas as atividades consideradas não essenciais. Sempre que possível introduzir a modalidade home office, ou trabalho realizado em casa. O objetivo é desacelerar a disseminação da doença e é o que a maioria dos brasileiros está fazendo atualmente.

EPI

Equipamentos de proteção individual, máscaras, aventais luvas, escudos faciais etc. Essenciais para proteger profissionais de saúde da contaminação pelo vírus e evitar que se infectem. Devem ser utilizados de rotina com parte das Precauções Padrão. Nesse momento as precauções para atendimento de saúde estão expandidas em função do tipo de transmissão do novo coronavírus.

Epidemia

Crescimento do número de casos de uma determinada doença, além do que é calculado para a população de uma determinada área.

Estado de calamidade pública

É decretado em situações especiais e tem por objetivo autorizar gastos acima do teto.

Estado de emergência

É decretado quando há iminência de danos à saúde e aos serviços públicos. Permite aos governos locais e federal adotar medidas com menos burocracias.

Escudo Facial

Dispositivo para minimizar a contaminação da face por gotículas. Pode ser profissional, quando é construído de acordo com normas, ou caseiros que tem sido veiculados como estratégia para proteger a população e profissionais de saúde diante da escassez do produto industrializado.

Grupo de risco

Pessoas que correm maior risco de terem complicações caso ocorra o contágio. No caso do coronavírus, os grupos de risco são idosos, fumantes, imunossuprimidos, pessoas com doenças crônicas como diabetes , asma, e hipertensão. Grávidas também são consideradas um grupo de maior risco, embora para o novo coronavírus não tenha sido um grupo muito afetado.

Grupo GerAção Biossegurança

O grupo GerAção Biossegurança é composto por experts no assunto. São profissionais que trabalham pela conscientização da importância da Biossegurança em Odontologia e sua aplicação prática. Coordenado por Liliana Donatelli, tem o apoio da Cristófoli por meio  do Projeto Biossegurança em Odontologia e Angela Cristófoli.  Os outros membros do grupo não tem nenhum vínculo ou compromisso com a Cristófoli. O convite para participar do grupo se deve ao reconhecimento de sua expertise em Biossegurança em Odontologia. O objetivo do grupo é a segurança de todos os envolvidos no atendimento Odontológico, tendo como base: evidências científicas, legislação vigente e recomendações nacionais e internacionais. Elaborou documento de orientação para os atendimentos de urgências em temos de COVID-19.

Higiene de Mãos

Estratégia universal e de maior impacto isolado para o controle de infecções. Pode ser realizada com água e sabonete líquido ou, se não houver sujidade visível nas mãos, fricção com solução alcoólica a 70% (específica para higiene das mãos). Atenção para a técnica correta, tempo adequado (mínimo de 20 segundos), e quantidade suficiente de sabonete e quando for o caso álcool. O Blog Biossegurança tem muitas publicações dedicadas ao assunto.

Isolamento

Providência que objetiva separar os casos confirmados ou pessoas com sintomas respiratórios, das não doentes, para evitar a propagação do vírus. O isolamento pode ocorrer em casa ou em ambiente hospitalar, conforme o estado clínico da pessoa. Essa ação pode ser recomendada pelo médico ou pela vigilância epidemiológica. O prazo é geralmente de 14 dias, ou a critério médico. 

Isolamento horizontal

Isolamento ou distanciamento social, no qual todos os grupos sociais devem permanecer em casa, sem seleção de grupos de pessoas. Somente são permitidos que continuem ativos os serviços essenciais.

Isolamento Vertical

Isolamento social de grupos de risco como, por exemplo, os idosos. Criticado pela dificuldade de conter a transmissão e efetivamente manter seguros os grupos de risco.

Máscara cirúrgica

Máscaras produzidas com material adequado e conforme normas construtivas para o uso de profissionais de saúde. Máscara de tecido não se encaixam nessa categoria.

Máscara N 95 ou PFF2

Equipamentos de proteção individual com maior poder de filtração. Deve ser utilizada apenas por profissionais de saúde. Veja dois vídeos sobre o assunto que estão disponíveis no perfil da Odontologia Biossegura no Youtube (elaborados e produzidos pelo Prof. Dr. Fábio de Souza).

Como usar a máscara PFF2/N95

COVID-19 – Qe máscara devo utilizar?

Máscaras de Tecido

Devido à falta de disponibilidade de máscaras cirúrgicas, tem sido indicadas para serem confeccionadas domesticamente, para o uso APENAS da população em geral (não para os profissionais de saúde), como estratégia para minimizar a transmissão do vírus. Devem ser lavadas a cada uso e utilizadas com muito critério para não levar à contaminação das mucosas durante a sua retirada.

MERS

Síndrome Respiratória do Oriente Médio. Outra doença grave provocada por coronavírus. 

nCoV-2019

Primeiro nome que foi dado ao vírus SARS-CoV-2.

OMS

Organização Mundial da Saúde (WHO)- World Health Organization. www.who.int

OSAP

Organization dos Safety Asepsis and Prevention. Organização não governamental e líder mundial na defesa dedicada ao controle de infecção em Odontologia. Abriu todos seus recursos exclusivos para membros com o objetivo de contribuir para o combate ao COVID-19. www.osap.org

Paciente assintomático e Pré-sintomático

Aqueles que, embora já estejam com coronavírus no corpo, não apresentam no momento nenhum sintoma. Apesar dessa condição, eles podem transmitir a doença. Podem ser também os pré-sintomáticos, ou seja, aqueles que embora no estejam assintomáticos. Nesse caso irão desenvolver sintomas em breve, por estarem no período de incubação da doença.

Pandemia

É a disseminação mundial de uma nova doença. O termo é utilizado quando uma epidemia – grande surto que afeta uma região – se espalha por diferentes continentes com transmissão sustentada de pessoa para pessoa.

Quarentena

Separação e restrição de movimento de pessoas saudáveis que já foram expostas à doença para evitar a transmissão. Pode ser voluntária ou mandatória.

Respirador ou ventilador pulmonar

Equipamento hospitalar usado para introduzir ar misturado com oxigênio nos pulmões por meio de um tubo introduzido pela boca ou nariz de um paciente, para auxiliar na recuperação da síndrome respiratória aguda.

Taxa de letalidade

Trata-se do número óbitos em consequência de contrair a doença. Esse número é o resultado da divisão entre o número total de mortes causadas pela doença e o total de casos. A taxa de letalidade será diferente de local para local. Isso vai ser dependente de diversos fatores tais como rapidez do diagnóstico e a capacidade do sistema de saúde.

Taxa de mortalidade

Resultado da divisão do número de óbitos por toda a população, não somente o número de infectados. É o risco de qualquer pessoa na população tem de morrer em consequência da doença.

Telemedicina/Teleodontologia

Atendimento médico/odontológico à distância. Permite que médicos/cirurgiões-dentistas analisem laudos, exames ou recomendem um remédio de forma remota.

Teste Rápido para coronavírus

Detecta os anticorpos que só começam a ser produzidos cerca de uma semana depois da doença instalada. Não permite dizer se a pessoa está ou não transmitindo a doença. Usualmente realizado com uma pequena amostra de sangue. Mais fácil de realizar e o resultado é rápido, cerca de 15 a 30 minutos.

Teste PCR para coronavírus

Feito com SWAB (usualmente no nariz), e é capaz de detectar a presença do vírus. Considerado o padrão ouro para confirmar a infecção. Só pode ser feito em laboratórios especializados. Esses testes estão em falta no Brasil nesse momento.

Transmissão Comunitária ou Sustentada

Quando a infecção ocorre em uma pessoa que não viajou recentemente e não tem conexão com nenhum caso conhecido. Ou seja, quando não se consegue identificar como a pessoa foi infectada.

SARS

Síndrome Respiratória Aguda Grave. Doença causada pelo vírus SARS-CoV, semelhante ao novo coronavírus. Provocou uma epidemia em 2003 e afetou 26 países. Desde então poucos casos  foram detectados.

SARS-CoV

O vírus causador da SARS, também é um coronavírus.

SARS-CoV-2

O vírus responsável pela atual pandemia. Trata-se de um coronavírus de origem animal que pode provocar síndrome respiratória aguda, bastante semelhante ao vírus da SARS, por isso o número 2.

Surto

Aumento repentino de casos de uma determinada doença.

Tem algum termo para sugerir para o ABC do coronavírus?

Mande um comentário ou um e-mail.

Liliana Junqueira de P. Donatelli

Autor

Bióloga, Mestre em Saúde Coletiva, Coordenadora do Projeto Biossegurança em Odontologia, e mais recentemente do Projeto Biossegurança Beauty& Body Art, ambos patrocinados pela Cristófoli. Já ministrou mais de 500 palestras sobre o tema Biossegurança em Saúde e participa ativamente de entidades dedicadas ao Controle de Infecção em Saúde e Interesse à Saúde. É consultora em Biossegurança em Saúde da Cristófoli.

2 Comentários

  1. Kátia kikuti Reponder

    olá,então o covid-19 está no grupo do Sars que causa o h1n1 e o sars 2 causa o covid 19?

    • Vamos lá Katia
      COVID 19 é o nome da doença causada pelo novo coronavírus, que foi denominado de SARS-CoV-2 que é do mesmo grupo de coronavírus, SARs-CoV-1 que causa SARS (que teve casos em 2003).
      O H1N1 é uma variedade do vírus influenza, vírus distante do Coronavírus. A semelhança são alguns sintomas e a forma de transmissão.
      Espero ter esclarecido.
      Abraços e fique com saúde!
      Liliana

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.