Blog Biossegurança | Cristófoli

Blog Biossegurança | Cristófoli

Blog Biossegurança | Cristófoli

Apresentação da Empresa Fundada em 1991, a Cristófoli Equipamentos de Biossegurança é empresa líder em vendas de autoclaves de mesa no mercado nacional, já fabricou mais de 240 mil autoclaves para o Brasil e para mais de 30 países para onde exporta parte de sua produção. Os equipamentos fabricados pela Cristófoli são altamente funcionais, combinando tecnologia, design e sistemas diferenciados para atender cada vez melhor os seus clientes. Administrada pela família Cristófoli, tem sua sede na Rodovia BR-158, nº 127, em Campo Mourão, Paraná, Brasil. Fabricante e importadora de produtos para a saúde, a empresa tem vários diferenciais que a fazem uma das melhores do Brasil. Visão Ser referência mundial na área de saúde por crescer com criatividade, lucratividade e respeito às pessoas. Missão "Desenvolver soluções inovadoras para proteger a vida e promover a saúde". Histórico A Cristófoli se destaca por sua criatividade e inovação que há mais de 20 anos ajuda a construir a nossa história com invenções e produtos revolucionários para proteger a vida e promover a saúde. Certificações A conquista de um certificado é a aprovação para um sistema de gestão baseado em normas internacionais. É uma moderna ferramenta de administração e marketing que atesta a eficiência da empresa em determinada área para seus acionistas, clientes e mercado. Entretanto, para que uma empresa possa ser certificada, primeiramente um sistema de gestão deve ser implantado. Um sistema de gestão normatizado é a ferramenta mais moderna que existe para administrar informações, processos e pessoas envolvidas com uma ou mais atividades da empresa visando aumentar efetivamente sua eficiência. Clique nos certificados para visualizá-los. CERTIFICAÇÃO ISO 13485:2004 TUV MINISTÉRIO DA SAÚDE: AUTORIZAÇÃO DE FUNCIONAMENTO DA EMPRESA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO MOURÃO: ALVARÁ DE LICENÇA LICENÇA SANITÁRIA E DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL INSTITUTO AMBIENTAL DO PARANÁ: LICENÇA DE OPERAÇÃO CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - EMBALAGEM PARA ESTERILIZAÇÃO CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - EMBALAGEM PARA ESTERILIZAÇÃO - 10363350016 CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - AUTOCLAVES CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - CUBA DE ULTRASSOM Fundação Educere A Fundação Educere é um Centro de Pesquisas e Desenvolvimento na área de biotecnologia, cujo foco principal é a incubação de empresas a partir de um projeto social inovador que atua na formação de jovens com potencial empreendedor. A instituição fornece suporte para o desenvolvimento de novos negócios voltados para a difusão e transferência de tecnologia na área biomédica, e é referência em pesquisa e desenvolvimento de produtos inovadores e que agregam valor tecnológico, que estão presentes em todo o território nacional e em diversos países da América, Ásia e Europa. Visão Tornar Campo Mourão referência em pesquisa e desenvolvimento de produtos de saúde. Missão Descobrir e potencializar novos talentos para desenvolver um mundo melhor.

 verde escuro- alta prevalência, verde- intermediária, verde-claro- baixa , cinza- muito baixa

 

Hepatites virais

A hepatite é uma inflamação do fígado, sendo que a maioria é causada por infeçcões virais. Os cinco principais vírus da hepatite são os tipos: A, B, C, D e E. Esses cinco tipos são de maior relevância em função da morbidade e mortalidade relacionadas e o potencial de  causar surtos e  epidemias. Os tipos B e C levam à forma crônica  da doença  a centenas de milhões de pessoas e juntos são os maiores causadores de cirrose  e câncer  hepáticos.

As hepatites A e E são tipicamente causadas pela ingestão de água e comida contaminadas.

As hepatites B, C e D usualmente são transmitidas parentalmente, através de contato com sangue  ou outros fluídos corporais infectados. A transmissão desses vírus pode ocorrer por transfusão de sangue, derivados de sangue contaminados, procedimentos invasivos utilizando equipamentos /instrumentos contaminados. Para hepatite B também é possível a transmissão da mãe para o bebê durante o parto,  por contato de um familiar contaminado à criança e por via sexual de um parceiro contaminado ao outro.

Infecções agudas ou sub-clínicas podem ocorrer, com o aparecimento  ou não de sintomas como icterícia (cor da pele amarela e  globo ocular), urina escura, fatiga extrema, náuseas vômito e dor abdominal.

O que torna a hepatite um problema de saúde mundial?

Cerca de um milhão de mortes são atribuídas à hepatites virais todos os anos. Juntos, os virus das  hepatitis B  (HVB) e C (HVC) são a principal causa de câncar hepático respondendo por 78% dos casos.

Cerca de um terço das pessoas em todo o mundo (aproximadamente 2 bilhões de pessoas) se infectaram pelo virus da hepatite B e uma em doze (mais de 520 milhões de pessoas), vive com a forma crônica da  hepatite infecciosa por HVB ou HVC.

Enquanto as pessoas infectadas por esses vírus desconhecerem o seu estado, elas podem se tornar debilitadas ou enfrentar uma doença hepática fatal em alguma etapa de suas vidas, ou ainda transmitir inadvertidamente a doença a outras pessoas.

Quais as diferenças entre os tipos de de vírus?

Os cientistas identificaram os cinco tipo de vírus  por letras: A, B, C, D e E. Embora todos causem doenças no fígado,  variam de modo importante.

–   Hepatite A (HVA)- esta presente nas fezes de pessoas infectadas e é frequentemente transmitido atarvés do consumo de água (n.a.  pode ser também na forma de gelo) ou alimentos contaminados. Certas práticas sexuais também podem disseminar a hepatite A. As infeções são leves nem muitos casos, com a maioria das pessoas se recuperando plenamente e se tornando imunes a esse vírus. Entretanto, as infecções por HVA podem ser severas e com ameaça à vida. A maioria das pessoas que vivem em áreas do mundo com infraestura sanitária deficiente já foram infectadas por esse vírus.  Existe vacina segura e efetiva para prevenir o HVA.  (No Brasil ainda não está disponível de forma generalizada através do SUS).

Quem Pode Receber a vacina comtra a Hepatite A gratuitamente pelo SUS?

A vacina contra a hepatite A não faz parte do calendário nacional de vacinação. O encaminhamento, quando indicado, deverá ser feito pelo médico. No entanto, essa vacina está disponível no CRIE nas seguintes situações:
. hepatopatias crônicas de qualquer etiologia;
. portadores crônicos das hepatites B ou C;
. coagulopatias;
. crianças menores de 13 anos com HIV/aids;
. adultos com HIV/aids que sejam portadores das hepatites B ou C;
. doenças de depósito (doenças genéticas);
. fibrose cística;
. trissomias (como síndrome de Down);
. imunodepressão terapêutica ou por doença imunodepressora;
. candidatos a transplante de órgão sólido, cadastrados em programas de transplantes;
. transplantados de órgão sólido ou de medula óssea;
. doadores de órgão sólido ou de medula óssea, cadastrados em programas de transplantes;
. hemoglobinopatias (doenças do sangue)

Acompanhe amanhã  pelo BLOG mais informações  sobre Hepatite B

(Esta matéria foi baseada na tradução livre do documento da Organização Mundial da Saúde disponível em  http://www.who.int/csr/disease/hepatitis/world_hepatitis_day/whd_2011_toolkit.pdf).

Gostou do nosso BLOG? ajude-nos votando na premiação TOPBLOG 2011 (clique na imagem abaixo)

  • Prêmio TOPBLOG 2011

Autor

Bióloga, Mestre em Saúde Coletiva, Coordenadora do Projeto Biossegurança em Odontologia, e mais recentemente do Projeto Biossegurança Beauty& Body Art, ambos patrocinados pela Cristófoli. Já ministrou mais de 500 palestras sobre o tema Biossegurança em Saúde e participa ativamente de entidades dedicadas ao Controle de Infecção em Saúde e Interesse à Saúde. É consultora em Biossegurança em Saúde da Cristófoli.