Blog Biossegurança | Cristófoli

Blog Biossegurança | Cristófoli

Blog Biossegurança | Cristófoli

Apresentação da Empresa Fundada em 1991, a Cristófoli Equipamentos de Biossegurança é empresa líder em vendas de autoclaves de mesa no mercado nacional, já fabricou mais de 240 mil autoclaves para o Brasil e para mais de 30 países para onde exporta parte de sua produção. Os equipamentos fabricados pela Cristófoli são altamente funcionais, combinando tecnologia, design e sistemas diferenciados para atender cada vez melhor os seus clientes. Administrada pela família Cristófoli, tem sua sede na Rodovia BR-158, nº 127, em Campo Mourão, Paraná, Brasil. Fabricante e importadora de produtos para a saúde, a empresa tem vários diferenciais que a fazem uma das melhores do Brasil. Visão Ser referência mundial na área de saúde por crescer com criatividade, lucratividade e respeito às pessoas. Missão "Desenvolver soluções inovadoras para proteger a vida e promover a saúde". Histórico A Cristófoli se destaca por sua criatividade e inovação que há mais de 20 anos ajuda a construir a nossa história com invenções e produtos revolucionários para proteger a vida e promover a saúde. Certificações A conquista de um certificado é a aprovação para um sistema de gestão baseado em normas internacionais. É uma moderna ferramenta de administração e marketing que atesta a eficiência da empresa em determinada área para seus acionistas, clientes e mercado. Entretanto, para que uma empresa possa ser certificada, primeiramente um sistema de gestão deve ser implantado. Um sistema de gestão normatizado é a ferramenta mais moderna que existe para administrar informações, processos e pessoas envolvidas com uma ou mais atividades da empresa visando aumentar efetivamente sua eficiência. Clique nos certificados para visualizá-los. CERTIFICAÇÃO ISO 13485:2004 TUV MINISTÉRIO DA SAÚDE: AUTORIZAÇÃO DE FUNCIONAMENTO DA EMPRESA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO MOURÃO: ALVARÁ DE LICENÇA LICENÇA SANITÁRIA E DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL INSTITUTO AMBIENTAL DO PARANÁ: LICENÇA DE OPERAÇÃO CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - EMBALAGEM PARA ESTERILIZAÇÃO CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - EMBALAGEM PARA ESTERILIZAÇÃO - 10363350016 CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - AUTOCLAVES CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - CUBA DE ULTRASSOM Fundação Educere A Fundação Educere é um Centro de Pesquisas e Desenvolvimento na área de biotecnologia, cujo foco principal é a incubação de empresas a partir de um projeto social inovador que atua na formação de jovens com potencial empreendedor. A instituição fornece suporte para o desenvolvimento de novos negócios voltados para a difusão e transferência de tecnologia na área biomédica, e é referência em pesquisa e desenvolvimento de produtos inovadores e que agregam valor tecnológico, que estão presentes em todo o território nacional e em diversos países da América, Ásia e Europa. Visão Tornar Campo Mourão referência em pesquisa e desenvolvimento de produtos de saúde. Missão Descobrir e potencializar novos talentos para desenvolver um mundo melhor.

A Hepatite D é uma ameaça aos portadores crônicos da Hepatite B. Nesse post alguns dados sobre a doença. Mais um artigo na semana do combate às Hepatites Virais.

O que é a Hepatite D?

Hepatite delta, ou Hepatite D é uma  doença infecciosa viral, contagiosa, causada pelo vírus da hepatite delta ou HDV.  É um vírus RNA, que precisa do vírus B para que ocorra a infecção. Pode apresentar-se como uma infecção assintomática ou sintomática e nestes casos até mesmo com formas graves de hepatite.

Transmissão da Hepatite D

Pode ser transmitida junto com o vírus da Hepatite B (ao mesmo tempo), e neste caso é considerada uma coinfecção. Geralmente o prognóstico é benigno ocorrendo completa recuperação. A evolução para a forma crônica é rara.

Outra possibilidade é de um paciente crônico de hepatite B se contaminar com o vírus D, ocorrendo assim uma superinfecção. Ainda que pouco frequente, a forma fulminante da hepatite ocorre em maior proporção quando o vírus delta está presente. Na superinfecção o prognóstico é mais grave, geralmente evoluindo para cronicidade também da hepatite D, podendo haver dano hepático severo com a evolução rápida e progressiva.

Prevenção para Hepatite D –

São as mesmas para Hepatite B. Sua distribuição no mundo ainda necessita de mais dados. Estima-se que 5 a 10% dos pacientes crônicos portadores de Hepatite B estejam também infectados para Hepatite D, o que nos faz pensar em números próximos a 20 milhões em todo o mundo.

É importante destacar que prevenir a Hepatite B também previne a Hepatite D, porém somente em relação à coinfecção. Não há vacinas específicas para o vírus D. Isso iria proteger indivíduos  que já são crônicos para Hepatite B contra uma superinfecção.

Curiosidade sobre a criação dos laços 

Tudo começou com o laço vermelho. Foi criado em 1991 pela Visual Aids. O grupo de profissionais de arte de New York queria homenagear amigos e colegas que haviam morrido ou estavam morrendo de AIDS.

O laço vermelho foi escolhido por causa de sua ligação ao sangue e à ideia de paixão, inspirado no laço amarelo que honrava os soldados americanos da Guerra do Golfo. Foi usado publicamente, pela primeira vez, pelo ator Jeremy Irons, na cerimônia de entrega do prêmio Tony Awards, em 1991. O laço tornou-se um símbolo popular entre as celebridades nas cerimônias de entrega de outros prêmios e virou moda.

Por causa de sua popularidade, alguns ativistas ficaram preocupados com a possibilidade do laço se tornar apenas um instrumento de marketing e perdesse sua força, seu significado. Entretanto, a imagem do laço continua sendo um forte símbolo na luta contra a AIDS, reforçando a necessidade de ações e pesquisas sobre a epidemia. Hoje em dia, o espírito da solidariedade está se espalhando e vem criando mais significados para o uso do laço.

Outras cores de laço tem sido utilizadas inspiradas no vermelho. As cores vermelho e amarelo juntas tem sido utilizadas para simbolizar à luta contra as Hepatites. ( laço vermelho em www.aids.gov.br), ou simplesmente amarelo.

Abrace a causa e promova as ações de combate às hepatites virais

Liliana Junqueira de P. Donatelli

Autor

Bióloga, Mestre em Saúde Coletiva, Coordenadora do Projeto Biossegurança em Odontologia, e mais recentemente do Projeto Biossegurança Beauty& Body Art, ambos patrocinados pela Cristófoli. Já ministrou mais de 500 palestras sobre o tema Biossegurança em Saúde e participa ativamente de entidades dedicadas ao Controle de Infecção em Saúde e Interesse à Saúde. É consultora em Biossegurança em Saúde da Cristófoli.