Blog Biossegurança | Cristófoli

Blog Biossegurança | Cristófoli

Blog Biossegurança | Cristófoli

Apresentação da Empresa Fundada em 1991, a Cristófoli Equipamentos de Biossegurança é empresa líder em vendas de autoclaves de mesa no mercado nacional, já fabricou mais de 240 mil autoclaves para o Brasil e para mais de 30 países para onde exporta parte de sua produção. Os equipamentos fabricados pela Cristófoli são altamente funcionais, combinando tecnologia, design e sistemas diferenciados para atender cada vez melhor os seus clientes. Administrada pela família Cristófoli, tem sua sede na Rodovia BR-158, nº 127, em Campo Mourão, Paraná, Brasil. Fabricante e importadora de produtos para a saúde, a empresa tem vários diferenciais que a fazem uma das melhores do Brasil. Visão Ser referência mundial na área de saúde por crescer com criatividade, lucratividade e respeito às pessoas. Missão "Desenvolver soluções inovadoras para proteger a vida e promover a saúde". Histórico A Cristófoli se destaca por sua criatividade e inovação que há mais de 20 anos ajuda a construir a nossa história com invenções e produtos revolucionários para proteger a vida e promover a saúde. Certificações A conquista de um certificado é a aprovação para um sistema de gestão baseado em normas internacionais. É uma moderna ferramenta de administração e marketing que atesta a eficiência da empresa em determinada área para seus acionistas, clientes e mercado. Entretanto, para que uma empresa possa ser certificada, primeiramente um sistema de gestão deve ser implantado. Um sistema de gestão normatizado é a ferramenta mais moderna que existe para administrar informações, processos e pessoas envolvidas com uma ou mais atividades da empresa visando aumentar efetivamente sua eficiência. Clique nos certificados para visualizá-los. CERTIFICAÇÃO ISO 13485:2004 TUV MINISTÉRIO DA SAÚDE: AUTORIZAÇÃO DE FUNCIONAMENTO DA EMPRESA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO MOURÃO: ALVARÁ DE LICENÇA LICENÇA SANITÁRIA E DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL INSTITUTO AMBIENTAL DO PARANÁ: LICENÇA DE OPERAÇÃO CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - EMBALAGEM PARA ESTERILIZAÇÃO CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - EMBALAGEM PARA ESTERILIZAÇÃO - 10363350016 CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - AUTOCLAVES CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - CUBA DE ULTRASSOM Fundação Educere A Fundação Educere é um Centro de Pesquisas e Desenvolvimento na área de biotecnologia, cujo foco principal é a incubação de empresas a partir de um projeto social inovador que atua na formação de jovens com potencial empreendedor. A instituição fornece suporte para o desenvolvimento de novos negócios voltados para a difusão e transferência de tecnologia na área biomédica, e é referência em pesquisa e desenvolvimento de produtos inovadores e que agregam valor tecnológico, que estão presentes em todo o território nacional e em diversos países da América, Ásia e Europa. Visão Tornar Campo Mourão referência em pesquisa e desenvolvimento de produtos de saúde. Missão Descobrir e potencializar novos talentos para desenvolver um mundo melhor.

No dia Nacional da Saúde,5 de agosto, em sua homenagem repostamos a Biografia de Oswaldo Cruz.

O corajoso médico que revolucionou a saúde no Brasil

Oswaldo Cruz foi responsável pelo controle de várias doenças infecciosas no Brasil. Não há quem estude saúde pública e não conheça o seu nome e pelo menos, parte de seu legado.

Febre amarela, Peste, Varíola, Malária e Tuberculose foram apenas alguns de seus alvos. Higiene  e saneamento básico eram o seu lema. Começou a grande obra  sanitarista  atacando todos os pontos para evitar a transmissão das doenças. Amparado no conhecimento científico de cada agente etiológico e os meios de transmissão específicos, ele traçava ações coordenadas. E abriu as portas para a ciência e a pesquisa de alto nível das doenças infecciosas no Brasil.

oswaldo cruz 1

Nasce  o médico Oswaldo Cruz

  • 5 agosto de 1872 -Foi em São Luís do Paraitinga, uma pequena cidade do interior de São Paulo, onde nasceu nosso personagem de hoje. A paixão pela Higiene  foi herdada de seu pai Bento Gonçalves Cruz, também médico. Já lia e escrevia aos cinco anos. A família tinha poucas posses, mas os pais eram externamente dedicados à educação dos filhos.
  • 1889-  Matricula-se na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro. Encanta-se com a cadeira de Higiene do Prof. Rocha Faria.
  • 1892
    • Bento Cruz é nomeado Inspetor Geral da Saúde em janeiro,
    • Diploma-se Oswaldo Gonçalves Cruz defendendo  tese: Veiculação Microbiana pela Água, e no mesmo dia morre Bento Cruz em novembro, seu pai. O respeito e amor ao pai acompanharão Oswaldo Cruz por toda a sua vida.
  • 1893– Casa-se com D Emília Fonseca – D. Miloca

Oswaldo no Instituto Pasteur em Paris

A família Cruz embarca para uma estadia de três anos (1896 a 1899) em Paris financiada pelo sogro. O pai de D. Miloca, de início, não via o namoro com bons olhos  e  mas depois se encantou. Proporcionou várias oportunidades para o cientista, sendo a primeira delas a construção de um laboratório particular em sua casa.

Em sua formação no Instituto Pasteur, Oswaldo aprimorou o seu conhecimento em bacteriologia e fez amigos poderosos como o Professor Roux. Frequentou também o laboratório de toxicologia onde esteve ao lado de Ogier e Vibert alimentando-se dos mais novos conhecimentos da prática médico-legal. Sempre à frente do seu tempo.

Sempre muitos passos à frente, Oswaldo Cruz em sua estada em Paris, também frequentou uma fábrica de artefatos de vidro onde aprendeu a arte de confeccionar e manipular ampolas, provetas  e dar ao vidro formatos adequados para serem utilizados em laboratório.

De volta ao Brasil

No Rio  volta ao seu posto técnico na Policlínica e instala um laboratório particular de análises.

Recebe a  tarefa do governo de verificar a suspeita de peste no Porto de Santos, que é confirmada por ele e os colegas Adolfo Lutz e Carlos Chagas, com quem inicia a suas relações científicas.

O Instituto Soroterápico

Em 1900 funda o instituto, que levaria o seu nome anos depois, na fazenda em Manguinhos, para a produção de soro e vacina contra a Peste Bubônica. Oswaldo é indicado para o cargo por indicação do Prof. Roux do Instituo Pasteur. Muito jovem, ele compartilha a direção com o Barão de Pedro Afonso.  Havia divergências entre ambos que levou a um impasse, com a renúncia dos dois médicos. Por fim, em 1902, Oswaldo Cruz  consolida-se na direção única do instituto. Ampliação das atividades experimentais em Patologia.

Diretor – Geral da Saúde

Em 1903, com apenas 30 anos, Dr. Oswaldo Cruz chega ao posto que havia sido de seu pai dez anos antes. Equivaleria ao posto de Ministro da Saúde hoje. Ele foi indicado para o cargo de Diretor Geral da Saúde  por seu amigo e admirador Sales Guerra. Com a sua generalidade e o conhecimento adquirido em Paris, Cruz estabelece o seu primeiro objetivo: acabar com a febre amarela no Rio de Janeiro em três anos. Rodrigues Alves, presidente da República confia verbas e prestígio ao cientista.

A cidade maravilhosa, estava mais para cidade mal-cheirosa nessa época. Os navios temiam atracar no porto do Rio de Janeiro, tamanho o temor de contrair febre amarela. Cheia de cortiços, com o esgoto a céu aberto e infestada de mosquitos a cidade sofria com a doença. Oswaldo Cruz criou um programa para isolar os doentes e atacar os mosquitos, baseado em um projeto similar realizado em Havana por Finley. Infelizmente foi um luta acirrada com outros médicos, a população e grande parte da impressa que discordavam não só dos métodos, mas também duvidavam do mosquito como vetor.

Começa também a luta contra peste bubônica no Rio com a caça aos ratos. A essa altura, Oswaldo Cruz já compreendia a sua disseminação pelas pulgas dos ratos. A estratégia foi oferecer dinheiro pelos ratos. Distorcido o propósito, algumas pessoas  começam a criar ratos para vender para o governo…

As brigadas sanitárias

Essa foi somente a primeira grande guerra contra a opinião pública, cuja reposta ele deu em números  livrando praticamente a capital do país da Febre Amarela. A luta foi constante, e ainda que reconhecido internacionalmente, Cruz  lutava para implementar e manter as medidas profiláticas no Brasil.

Com o apoio de Rodrigues Alves, nosso herói continua seu trabalho incansável.

Os médicos da época sonegavam os casos e  lutavam contra a possível notificação compulsória.

Em 1904 Olavo Bilac escreveu:

“Parece mentira, mas é verdade, estamos em fevereiro   as cigarras estouram, o sol incendeia a cidade, e não há febre amarela!”

Leia mais sobre Oswaldo Cruz aqui no Blog Biossegurança

Liliana Junqueira de P. Donatelli

Para saber mais

          Nara Britto 

Documentários e Videos

Para crianças:

Um cientista, Uma História, Oswaldo Cruz

Autor

Bióloga, Mestre em Saúde Coletiva, Coordenadora do Projeto Biossegurança em Odontologia, e mais recentemente do Projeto Biossegurança Beauty& Body Art, ambos patrocinados pela Cristófoli. Já ministrou mais de 500 palestras sobre o tema Biossegurança em Saúde e participa ativamente de entidades dedicadas ao Controle de Infecção em Saúde e Interesse à Saúde. É consultora em Biossegurança em Saúde da Cristófoli.

2 Comentários

  1. Pingback: Oswaldo Cruz: O Médico, o Homem e o Mito - Blog Biossegurança | Cristófoli

  2. Pingback: Vacinas-Brasil é referência mundial - Blog Biossegurança | Cristófoli

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.