Blog Biossegurança | Cristófoli

Blog Biossegurança | Cristófoli

Blog Biossegurança | Cristófoli

Apresentação da Empresa Fundada em 1991, a Cristófoli Equipamentos de Biossegurança é empresa líder em vendas de autoclaves de mesa no mercado nacional, já fabricou mais de 240 mil autoclaves para o Brasil e para mais de 30 países para onde exporta parte de sua produção. Os equipamentos fabricados pela Cristófoli são altamente funcionais, combinando tecnologia, design e sistemas diferenciados para atender cada vez melhor os seus clientes. Administrada pela família Cristófoli, tem sua sede na Rodovia BR-158, nº 127, em Campo Mourão, Paraná, Brasil. Fabricante e importadora de produtos para a saúde, a empresa tem vários diferenciais que a fazem uma das melhores do Brasil. Visão Ser referência mundial na área de saúde por crescer com criatividade, lucratividade e respeito às pessoas. Missão "Desenvolver soluções inovadoras para proteger a vida e promover a saúde". Histórico A Cristófoli se destaca por sua criatividade e inovação que há mais de 20 anos ajuda a construir a nossa história com invenções e produtos revolucionários para proteger a vida e promover a saúde. Certificações A conquista de um certificado é a aprovação para um sistema de gestão baseado em normas internacionais. É uma moderna ferramenta de administração e marketing que atesta a eficiência da empresa em determinada área para seus acionistas, clientes e mercado. Entretanto, para que uma empresa possa ser certificada, primeiramente um sistema de gestão deve ser implantado. Um sistema de gestão normatizado é a ferramenta mais moderna que existe para administrar informações, processos e pessoas envolvidas com uma ou mais atividades da empresa visando aumentar efetivamente sua eficiência. Clique nos certificados para visualizá-los. CERTIFICAÇÃO ISO 13485:2004 TUV MINISTÉRIO DA SAÚDE: AUTORIZAÇÃO DE FUNCIONAMENTO DA EMPRESA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO MOURÃO: ALVARÁ DE LICENÇA LICENÇA SANITÁRIA E DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL INSTITUTO AMBIENTAL DO PARANÁ: LICENÇA DE OPERAÇÃO CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - EMBALAGEM PARA ESTERILIZAÇÃO CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - EMBALAGEM PARA ESTERILIZAÇÃO - 10363350016 CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - AUTOCLAVES CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - CUBA DE ULTRASSOM Fundação Educere A Fundação Educere é um Centro de Pesquisas e Desenvolvimento na área de biotecnologia, cujo foco principal é a incubação de empresas a partir de um projeto social inovador que atua na formação de jovens com potencial empreendedor. A instituição fornece suporte para o desenvolvimento de novos negócios voltados para a difusão e transferência de tecnologia na área biomédica, e é referência em pesquisa e desenvolvimento de produtos inovadores e que agregam valor tecnológico, que estão presentes em todo o território nacional e em diversos países da América, Ásia e Europa. Visão Tornar Campo Mourão referência em pesquisa e desenvolvimento de produtos de saúde. Missão Descobrir e potencializar novos talentos para desenvolver um mundo melhor.

Nesse post trazemos informações atualizadas sobre o coronavírus: “Sobrevida do SARS-CoV-2 em diferentes superfícies”.

Será que está contaminado pelo coronavírus?

Essa é uma pergunta que nos fazemos todo dia toda hora, com as compras do supermercado, com as mãos, com a máscara, com as superfícies nos consultórios odontológicos e em casa. Para gerenciar e manter tudo seguro limpeza é fundamental. Mas a depender da superfície e do local outros cuidados devem ser tomados.

O que fazer para descontaminar os ambientes e as superfícies?

Em primeiro, antes de lugar de tudo é – HIGIENE DAS MÃOS. Água e sabonete líquido por pelo menos 20 segundos ou álcool em gel, se as mãos não estiverem visivelmente contaminadas. É importante destacar que não pode ser qualquer álcool, de limpar vidros ou a casa e, nem em qualquer concentração. Precisa ser na concentração próxima de 70% e especial para as mãos para que tenha emolientes e não as resseque.

Veja os resultados de duas pesquisa diferentes que foram organizadas pela publicação da OMS (Organização Mundial da Saúde)

  • Cobre – 4 horas
  • Papelão – 24 horas
  • Madeira – 24 horas
  • Tecido – 24 horas
  • Vidro – 48 horas
  • Plástico – 72 horas a 96 horas
  • Aço inoxidável – 72 horas a 96 horas
  • Camada externa da máscara cirúrgica – 7 dias!

O dado que foi mais diferente no segundo estudo, foi a sobrevida muito longa na parte externa da máscara cirúrgica o que reforça os cuidados com o descarte dos resíduos de saúde.

Os dados são de experiências em laboratório e não refletem necessariamente o comportamento do vírus no meio ambiente.

O que fazer então? Analise a sobrevida do SARS-CoV-2 em diferentes superfícies

Tratamento das Superfícies:

Para as superfícies, limpar e desinfetar o que trazemos é uma boa prática e um modo eficiente de minimizar risco de carregar o microrganismo para dentro de casa. Borrifar com solução de água sanitária ou passar com um pano é simples, eficiente e de baixo custo (50 ml para 950 ml). Tudo que eu posso deixo, em imersão por 15 minutos na solução. É possível também passar álcool 70%, friccionando. Para alimentos, mudar a embalagem ou lavar com água e sabão também funciona. Frutas legumes e verduras, imergir em hipocolorito de sódio, vendido especialmente para uso em alimentos é a melhor opção, lembrando de obedecer as instruções de uso da embalagem para fazer a solução. A solução deve ser preparada todos os dias. Por isso não exagere na preparação. 

Para superfícies de serviços de saúde existem produtos especiais que podem ser adquiridos como os modernos quaternários de amônio de quinta geração. Esses desinfetantes de médio nível, podem ser utilizados para limpar e desinfetar, mas sempre em dois passos:

do inglês :

spray- wipe- spray ou

wipe-discard-wipe.

Ar ambiente

Manter os ambientes ventilados, distanciamento social e uso de máscara para os locais públicos é a recomendação geral. 

Para ambiente de saúde não basta. Por isso o uso de respiradores, ou as máscaras PFF2 nos procedimentos que geram aerossóis além de outros EPI, como o óculos de proteção e escudos faciais, e aventais estão indicados. Além disso, outras medidas de engenharia como exaustores, pressão negativa, tratamento do ar estão sendo utilizadas em combinação para proteger pacientes de áreas adjacentes e profissionais que tratam os doentes. Já em serviços de saúde sem casos suspeitos ou confirmados as precauções de aerossóis também tem sido implementadas para evitar a disseminação do vírus, visto que muitas vezes os sinais e sintomas não estão presentes em portadores do vírus que são capazes de infectar outras pessoas.

A limpeza e desinfecção frequentes de todas as superfícies são fundamentais. O novo coronavírus se dissemina com facilidade. Por isso, tem sido tão difícil de controlar a pandemia.

Profissionais de Saúde : Roupas e Sapatos exclusivos para o trabalho

Essa é outra estratégia para deixar o vírus fora de casa. Isso é válido não somente para o profissionais de saúde, mas também para todas as pessoas que trabalham em serviços essenciais e que estão se movimentando. Por isso, ao chegar em casa, retire toda a roupa, troque de sapatos (de preferência deixe na porta de casa) e tome um banho.

Novo vírus – novos hábitos

Acredito que, em um futuro não muito distante, encontraremos um tratamento eficiente e uma boa vacina que vai varrer ou pelo menos minimizar muito a COVID-19. Entretanto, alguns dos novos hábitos devem vir para ficar.

Tem alguma estratégia bacana de prevenção?

Compartilhe conosco! Deixe abaixo seu comentário.

Liliana Donatelli

Cleaning and disinfection of environmental surfaces in the context of COVID-19

Autor

Bióloga, Mestre em Saúde Coletiva, Coordenadora do Projeto Biossegurança em Odontologia, e mais recentemente do Projeto Biossegurança Beauty& Body Art, ambos patrocinados pela Cristófoli. Já ministrou mais de 500 palestras sobre o tema Biossegurança em Saúde e participa ativamente de entidades dedicadas ao Controle de Infecção em Saúde e Interesse à Saúde. É consultora em Biossegurança em Saúde da Cristófoli.