O texto Biossegurança básica em odontologia foi escrito por Ana Cecília Treviño a meu convite especialmente para a 1ª Semana de Biossegurança em Odontogia da América Latina. Nos conhecemos em uma conferência da OSAP e frequentamos juntas o Boot Camp em San Antonio. Traduzi para o português para que todos os nossos leitores pudessem ter acesso ao excelente texto.

Obrigada Ana, pela sua importante contribuição trazendo uma nova prespectiva para o assunto.

Liliana Junqueira de P. Donatelli

Biossegurança básica em odontologia: Um tema que não sai de moda.

Nós, profissionais da Odontologia, estamos expostos a microrganismos causadores de doenças durante os procedimentos que realizamos rotineiramente em nossa prática diária. Por sua vez, nossos pacientes encontram-se vulneráveis a um risco potencial de adquirir infecções nos consultórios odontológicos. Ou seja, existe um risco nas duas direções o que deve nos motivar a seguir as recomendações de segurança permanentemente. Assim, minimizamos a probabilidade de ocorrência de um evento que ameace o exercício da nossa profissão,  a nossa reputação perante a sociedade  e diante nossos colegas .

Educação, conscientização e treinamento permanente: a chave para uma melhor conformidade 

Talvez, os elementos mais importantes para a obediência das medidas preventivas sejam a educação, conscientização e treinamento contínuo da equipe envolvida no atendimento odontológico. Uma vez que o conhecimento claro dos riscos e consequências de não implementar uma cultura baseada na prevenção de infecções favoreça um maior compromisso com a conformidade com as normas e recomendações.

Recursos disponíveis

Atualmente, há uma série de recursos de suporte no que diz respeito às doenças infecciosas mais prevalentes, suas vias de transmissão e estratégias eficazes para prevenir sua disseminação. Isso permite que todo o profissional de saúde tenha acesso às informações que sustentam e justificam cada uma das ações destinadas a garantir a segurança dos pacientes e profissionais envolvidos no atendimento odontológico.

#DICAM OSAP: Uma inspiração

A Organization for Safety, Asepsis and Prevention (OSAP), propôs no ano de 2015 que o mês de setembro fosse dedicado à Consciência sobre Controle de Infecções em Odontologia em inglês a sigla DICAM (Dental Infection Control Awareness Month). Para apoiar esta iniciativa a empresa CRISTOFOLI® está organizando a Semana de  Biossegurança em Odontologia da América Latina de 23 a 29 de setembro, com o objetivo de programá-la cada ano para favorecer o intercâmbio de experiências e melhores práticas no controle de infecções na área odontológica entre os profissionais dos países da América Latina.

 Semana de  Biosegurança em Odontologia da América Latina

No México, nos solidarizamos com esta excelente proposta que seguramente ajudará a elevar a consciência sobre a importância de seguir os protocolos de biossegurança em todos os consultórios odontológicos para garantir a segurança dos pacientes que depositam sua confiança em nós.

* Ana Cecilia Treviño Flores, DDS, MS, PhD Directora General de OralMedik® www.oralmedik.mx

Autor

Bióloga, Mestre em Saúde Coletiva, Coordenadora do Projeto Biossegurança em Odontologia, e mais recentemente do Projeto Biossegurança Beauty& Body Art, ambos patrocinados pela Cristófoli. Já ministrou mais de 500 palestras sobre o tema Biossegurança em Saúde e participa ativamente de entidades dedicadas ao Controle de Infecção em Saúde e Interesse à Saúde. É consultora em Biossegurança em Saúde da Cristófoli.

Deixe uma resposta