Blog Biossegurança | Cristófoli

Blog Biossegurança | Cristófoli

Blog Biossegurança | Cristófoli

Apresentação da Empresa Fundada em 1991, a Cristófoli Equipamentos de Biossegurança é empresa líder em vendas de autoclaves de mesa no mercado nacional, já fabricou mais de 240 mil autoclaves para o Brasil e para mais de 30 países para onde exporta parte de sua produção. Os equipamentos fabricados pela Cristófoli são altamente funcionais, combinando tecnologia, design e sistemas diferenciados para atender cada vez melhor os seus clientes. Administrada pela família Cristófoli, tem sua sede na Rodovia BR-158, nº 127, em Campo Mourão, Paraná, Brasil. Fabricante e importadora de produtos para a saúde, a empresa tem vários diferenciais que a fazem uma das melhores do Brasil. Visão Ser referência mundial na área de saúde por crescer com criatividade, lucratividade e respeito às pessoas. Missão "Desenvolver soluções inovadoras para proteger a vida e promover a saúde". Histórico A Cristófoli se destaca por sua criatividade e inovação que há mais de 20 anos ajuda a construir a nossa história com invenções e produtos revolucionários para proteger a vida e promover a saúde. Certificações A conquista de um certificado é a aprovação para um sistema de gestão baseado em normas internacionais. É uma moderna ferramenta de administração e marketing que atesta a eficiência da empresa em determinada área para seus acionistas, clientes e mercado. Entretanto, para que uma empresa possa ser certificada, primeiramente um sistema de gestão deve ser implantado. Um sistema de gestão normatizado é a ferramenta mais moderna que existe para administrar informações, processos e pessoas envolvidas com uma ou mais atividades da empresa visando aumentar efetivamente sua eficiência. Clique nos certificados para visualizá-los. CERTIFICAÇÃO ISO 13485:2004 TUV MINISTÉRIO DA SAÚDE: AUTORIZAÇÃO DE FUNCIONAMENTO DA EMPRESA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO MOURÃO: ALVARÁ DE LICENÇA LICENÇA SANITÁRIA E DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL INSTITUTO AMBIENTAL DO PARANÁ: LICENÇA DE OPERAÇÃO CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - EMBALAGEM PARA ESTERILIZAÇÃO CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - EMBALAGEM PARA ESTERILIZAÇÃO - 10363350016 CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - AUTOCLAVES CERTIFICADO DE REGISTRO ANVISA - CUBA DE ULTRASSOM Fundação Educere A Fundação Educere é um Centro de Pesquisas e Desenvolvimento na área de biotecnologia, cujo foco principal é a incubação de empresas a partir de um projeto social inovador que atua na formação de jovens com potencial empreendedor. A instituição fornece suporte para o desenvolvimento de novos negócios voltados para a difusão e transferência de tecnologia na área biomédica, e é referência em pesquisa e desenvolvimento de produtos inovadores e que agregam valor tecnológico, que estão presentes em todo o território nacional e em diversos países da América, Ásia e Europa. Visão Tornar Campo Mourão referência em pesquisa e desenvolvimento de produtos de saúde. Missão Descobrir e potencializar novos talentos para desenvolver um mundo melhor.

Você sabia que a Disciplina Biossegurança em Odontologia não é matéria obrigatória no currículo da Graduação no Brasil?

Biossegurança é uma das bases para promover a segurança dos pacientes e profissionais nas atividades clínicas da Odontologia. Entretanto, ainda não é ministrada na graduação de várias instituições no país. Apesar disso, é na Odontologia que a biossegurança está mais presente na formação universitária de profissionais da saúde no Brasil, de acordo com o estudo de Costa e Costa que analisaram o  tema1.

Já para a formação da equipe auxiliar a disciplina biossegurança em odontologia é obrigatória. 

Não é contraditório?

O cirurgião-dentista é  o responsável técnico dos serviços odontológicos e encarregado de supervisionar as atividades da equipe auxiliar. Como é possível avaliar uma tarefa para a qual o profissional não foi formalmente treinado?

Novas diretrizes do MEC apontam Biossegurança como tema essencial do currículo da graduação

As Diretrizes Curriculares para os cursos de graduação substituíram os currículos mínimos com o intuito de permitir maior flexibilidade na formação profissional sem prejuízo do desenvolvimento das competências básicas. O papel do MEC, entretanto, é de estabelecer quais são as habilidades e conhecimentos necessários para serem construídos em cada graduação.

novo documentotraz inovações em relação às diretrizes atuais e já foi aprovado.  Contudo, falta ser homologado. Isso significa que ainda não está em vigor.  O termo Biossegurança aparece três vezes ao longo do texto e ressalta a sua importância na formação profissional. Já é um excelente começo.

Biossegurança na graduação – “É de pequeno que se torce o pepino”

A teoria que fornece os fundamentos e evidências científicas é essencial, mas deve estar atrelada ao exemplo praticado pelos professores durante as clínicas. Isto é, pode estar na lei que é obrigatório o uso de óculos de proteção durante o atendimento clínico, ter evidências científicas que indicam o seu uso, mas se o professor não utiliza, que moral vai ter para cobrar o aluno?

Por esse motivo, a Biossegurança precisa ser incluída em todas as áreas de atividade dentro da graduação, mesmo nas atividades laboratoriais. Dessa forma, o aluno já vai se acostumando ao uso dos EPI (equipamentos de proteção individuais). Vai ganhando destreza com as mãos enluvadas e prática na escolha de equipamentos que sejam mais adequados para cada indivíduo. E, o mais importante, vai sendo pouco a pouco incorporada na prática profissional.

Nessa imagem gentilmente cedida pela professora Renata Pedrosa Guimarães da UFPE, mostra os alunos devidamente paramentados para a atividade em manequins dentro do laboratório didático da Universidade.

Disciplina Biossegurança em Odontologia

Biossegurança para o futuro dentista – a vida profissional

A estrutura universitária é muito diferente da encontrada no cotidiano da maioria dos cirurgiões-dentistas. Por isso, outro ponto importante é proporcionar vivências simulando a organização de um serviço odontológico de pequeno porte. Como deve ser, por exemplo, o arranjo de uma unidade de processamento para fazer todas as 7 etapas da esterilização:

  • Limpeza
  • Inspeção Visual
  • Embalagem
  • Esterilização
  • Monitorização da Esterilização
  • Registros
  • Armazenamento do Material Esterilizado

O que é considerado adequado em Biossegurança em Odontologia?

Um recente artigoavaliou o ensino em Biossegurança em odontologia e apontou que ainda ocorrem muitas falhas na prática mesmo em escolas onde a matéria é oferecida. Os dados permitem concluir que contemplar a disciplina é somente o início de um processo que busca a qualidade do atendimento odontológico em Biossegurança.

Outro ponto importante é definir o que é satisfatório? No Brasil a referência é o manual da ANVISA “Prevenção e Controle de Riscos em Serviços Odontológicos” de 2006. Documento que já está bastante defasado e merece revisão. Na área de processamento de artigos a RDC 15 está sendo atualizada e vai incluir Odontologia em todos os níveis de organização. Entretanto, as práticas de Biossegurança na atividade clínica precisam ser reavaliadas em face aos episódios de contaminação cruzada identificados em consultórios odontológicos.

A Cristófoli e a Biossegurança em Odontologia na Universidades

Há 18 anos a Cristófoli foi pioneira no Brasil com a criação do Projeto Biossegurança em Odontologia com a minha coordenação. Primeiramente foram ministradas centenas de palestras que atenderam milhares de pessoas. Posteriormente foram elaborados dezenas de vídeos que levam o conhecimento e orientação a outros tantos milhares.

Outra ideia inovadora é o Projeto em Biossegurança em Odontologia que é dedicado às Universidades. Por isso, se você é professor de uma instituição que possua graduação em Odontologia participe preenchendo esse formulário (os dados são confidenciais). Nós queremos saber das suas necessidades para poder ajudar mais:

Formulário Projeto Cristófoli Biossegurança em Odontologia nas Universidades

Como posso me atualizar e manter minha clínica/consultório odontológico o mais seguro possível?

  • Siga as recomendações da vigilância sanitária para a sua cidade/estado
  • Leia livros e artigos sobre o assunto. Conheça a tradução da 6aEdição do livro: Controle de Infecção e Gerenciamento de Produtos Perigosos para a Equipe de Saúde Bucal de Chris Miller (e-sample). Se quiser desconto para comprar o livro entre em contato comigo.
  • Assine  Blog Biossegurança e receba as atualizações assim que são publicadas
  • Teste como vai a Biossegurança com o Biossegurômetro
  • Conheça o CheckListdo CDC (Centers for Diseases Control and Prevention) para Odontologia (versão em inglês  e espanhol)
  • Visite o site da OSAP  (Organization for Safety Asepsis and Prevention) em inglês 

Dúvidas? Conte comigo!

Liliana Junqueira de P. Donatelli

Artigos citados:

1 – Costa MAF e Costa MFB. Educação em biossegurança:contribuições pedagógicas para a formação profissional em saúde. Ciência & Saúde Coletiva, 15(Supl. 1):1741-1750, 2010

2 – Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação em Odontologia 2018 (aguardando homologação)

3 – Molina, LM et al.Adesão às normas e condutas sobre biossegurança e controle de infecção no ensino da Odontologia: revisão de literatura

Arch Health Invest (2017) 6(12):567-573 © 2017 – ISSN 2317-3009

Autor

Bióloga, Mestre em Saúde Coletiva, Coordenadora do Projeto Biossegurança em Odontologia, e mais recentemente do Projeto Biossegurança Beauty& Body Art, ambos patrocinados pela Cristófoli. Já ministrou mais de 500 palestras sobre o tema Biossegurança em Saúde e participa ativamente de entidades dedicadas ao Controle de Infecção em Saúde e Interesse à Saúde. É consultora em Biossegurança em Saúde da Cristófoli.

4 Comentários

  1. Pingback: ABENO 2019 - Nós Vamos! - Blog Biossegurança | Cristófoli

  2. Eneida Greggio Gobet Reponder

    Oi, Liliana, sim faz tempo que não nos falamos! E você continua sempre pronta a nos ajudar. Entendi a resposta e obrigada pela dica. Um abraço

  3. Eneida Greggio Gobet Reponder

    Boa tarde, Liliana. Dentro deste assunto, eu queria saber se tem algo específico sobre biossegurança para ortodontia, pq vejo que é um problema, justamente, pq nem nos cursos de especialização é orientado sobre biossegurança e esta é uma área bem complexa, com atendimento rápido e onde acham que bactérias e vírus não existem. Acompanho seu trabalho faz tempo e, se puder me ajudar, agradeço. Eneida


    • Eneida!
      Como vai? Quanto tempo não nos vemos…
      O mais problemático na ortodontia é quebrar os paradigmas. O resto é planejamento. Por que no mais, os microrganismos não se importam a mínima.Eu tenho ministrado aulas de Biossegurança para especialização em Ortodontia, e a maior dificuldade é justamente mudar a cultura. Uma dica legal é lubrificar (com lubrificantes para materiais – como o Premix Slip) os alicates antes de autoclavar. Faz muito diferença na manutenção da área de corte evita oxidação.
      Liliana

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.