Você usa óculos de proteção para todos os pacientes em todas as consultas? Conheça a história de Jenn e entenda a importância!

Era uma vez uma dona de casa americana jovem e bonita. Jenn Morrone era casada, tinha duas lindas filhinhas e se considerava muito feliz – até 8 de julho de 2013. Naquele dia, Jenn foi ao seu dentista para a realização de um procedimento endodôntico, mas não recebeu um óculos de proteção…

E então…durante o procedimento uma seringa com agulha caiu dentro do olho direito de Jenn. No momento do acidente, tudo que ela recebeu foi um lenço de papel, e foi dado continuidade à consulta como se nada tivesse acontecido.

Acidente 100% prevenível

Ela não imaginava o risco que corria, nem as possíveis consequências, até a madrugada quando acordou desesperada de dor.

Apesar de todas as tentativas e cirurgias, os médicos não conseguiram salvar o olho de Jenn. Um ano depois ela recebeu uma prótese que melhorou muito sua auto-estima.

Essa á a história de Jenn Morrone que, infelizmente, é real. Jenn transformou sua tragédia pessoal em um alerta que vem sensibilizando a comunidade odontológica e emponderando pacientes com a informação sobre a importância  do uso de óculos de segurança em todas as consultas odontológicas.

Falta de óculos de proteção - Imagem cedida por Jenn Morrone
Falta de óculos de proteção – Imagem cedida por Jenn Morrone

 

 Jenn na Conferência anual da  OSAP “Ei, eu sou o paciente!”

Ela foi convidada a ir pessoalmente contar o seu caso e dar um testemunho que o risco é real e que dar razão aos nossos protocolos. O caso de Jenn comoveu os mais de 300 participantes da conferência anual da OSAP (Organization for Safety Asepsis and Prevention) que aconteceu em Atlanta há menos de um mês. A organização defende que cada consulta odontológica seja segura (The Safest Dental Visit TM ), para pacientes e profissionais. A frase conceito – The Safest Dental Visit TM  – traz na sua essência, o que no Brasil entendemos como Biossegurança em Odontologia, pois vai além do controle de infecções e da segurança ocupacional.

Acidentes raros que não precisam (e não podem) acontecer – Um objetivo de vida

A campanha “Jenn’s Vision”  atingiu 45 países (EUA em primeiro com 45.977 acessos e o Brasil ficou em segundo lugar com 5 114 pessoas). Ela propõe tornar  dia 8 de julho como o dia mundial de alerta para proteção ocular.

 

Óculos de proteção para todos

Convido você a reavaliar a sua estratégia do uso de EPI.

  • Você fornece óculos para todos os pacientes assim que ele senta na sua cadeira para uma consulta?
  • Você usa óculos de proteção a cada consulta (óculos com lentes corretivas não substituem o de segurança!)
  • E a sua equipe auxiliar? Usa também a cada procedimento?

Participe do movimento para que todos os profissionais e pacientes na odontologia usem óculos de proteção, compartilhando esse post.

 

 

 

 

 

 

 

Liliana Junqueira de P.Donatelli

 

 

 

 

 

 

 

 

Autor

Bióloga, Mestre em Saúde Coletiva, Coordenadora do Projeto Biossegurança em Odontologia, e mais recentemente do Projeto Biossegurança Beauty& Body Art, ambos patrocinados pela Cristófoli. Já ministrou mais de 500 palestras sobre o tema Biossegurança em Saúde e participa ativamente de entidades dedicadas ao Controle de Infecção em Saúde e Interesse à Saúde. É consultora em Biossegurança em Saúde da Cristófoli.

18 Comentários

  1. Pingback: Produtos Químicos Perigosos em consultórios odontológicos: você sabe identificá-los? - Blog Biossegurança | Cristófoli

  2. MARA SIMONE MEIRA DE SOUZA CRUZ Reponder

    Esse alerta serviu muito pra mim. Uso óculos de proteção somente em alguns procedimentos. A partir de agora usarei em todos! Não custa nada.


    • Mara
      Que ótimo que foi útil para você. Verdade, o custo de usar óculos de proteção para pacientes e profissionais é irrisório, quando comparamos com o risco.
      Abraços
      Liliana


  3. Parabéns!E real sim a manteria.,
    Conheço outros casos no Brasil,E já vi colegas com uveíte causada por fragmentos de restauração.Ja faço uso em todos os pacientes é o mínimo que podemos fazer e não custa nada!


    • É isso mesmo Ana Maria. Infelizmente tem gente que acha que é exagero. Fornecer (e usar óculos) de proteção para toda a equipe e para todos os pacientes é uma atitude é simples de baixo custo que exige pouco esforço mas tem um grande impacto na prevenção.
      É evidente que precisamos trabalhar com custo benefício, que nesse caso, sem dúvida aponta para o uso de óculos de proteção para todos.
      Obrigada pelo seu comentário.
      Liliana

  4. Pingback: Biossegurança - Óculos de proteção para pacientesDicas Odonto

  5. Pingback: Falta do uso de óculos de proteção deixa paciente cega  - Vida de Dentista


  6. Uso sempre! Um profissional de saúde que não prioriza a segurança do seu paciente e a sua própria, deveria mudar de profissão.

  7. Marcelo Orlando Reponder

    Uso os óculos de clareamento em alguns procedimentos, mas vou me disciplinar para usar sempre como protocolo de atendimento!!!


  8. Quais os passos do exame clínico?
    Resposta:
    1Óculos de Proteção
    2 Anamnese
    3 Exame Físico
    (extra bucal e intra bucal).


  9. Psss..que bobagem.
    Isso acontece em 0, 000000001 dos casos.
    Primeiro caso que fico sabendo de paciente que ficou cego por descuido do dentista. Praticamente impossível de isso acontecer. Perda de tempo total ficar colocando óculos em paciente.
    Tem que ser muito tonto e descordenado pra deixar cair uma agulha no olho do paciente.


    • Dr. Filipe
      Esse caso é real e não é o único. Creio que a Jenn Morrone não concorda com você.No meu entendimento, a prevenção é um dever de todos e fico realmente triste quando vejo um profissional que não concorda.
      Liliana


    • Glauria
      Que ótimo!
      Em primeiro lugar é o próprio cirurgião-dentista que deve oferecer, mas eu sei que em alguns casos o paciente resiste em usar o óculos. Daí fica mais fácil convencer não é?
      Uma pena qua ainda muitos profissionais não usam e não disponibilizam os óculos de proteção. É nosso dever alertar, pois assim evitamos que mais acidentes aconteçam.
      Abraços
      Liliana

Deixe uma resposta